Jump to content

Prudência, coerência e frequência na gestão orçamentária da inovação


Recommended Posts

Prudência, coerência e frequência na gestão orçamentária da inovação

 

image.png

 

 

Fazer um planejamento financeiro é fundamental para o sucesso de qualquer projeto ou atividade empresarial. Por isso, a projeção orçamentária é uma ferramenta essencial para os gestores, pois permite que eles possam ter uma visão clara das receitas e despesas do projeto ou negócio. Nesse sentido, existem três princípios essenciais que precisam ser levados em consideração na condução das projeções orçamentárias: a prudência, a coerência e a frequência. Abaixo um resumo do que é e sua importância para a gestão.

 

1 - Prudência:

A prudência é um fator fundamental para a condução das projeções orçamentárias, pois ela representa a capacidade de prever e se preparar para possíveis contingências financeiras. Um orçamento prudente deve levar em consideração as incertezas e riscos do mercado e, portanto, deve prever uma margem de segurança para enfrentar possíveis imprevistos. Essa margem de segurança pode ser representada, por exemplo, por um fundo de reserva ou por uma reserva de contingência, que possam ser utilizados em caso de necessidade.

 

2 - Coerência:

A coerência é um fator que deve ser observado para que o orçamento seja coerente com os objetivos e metas da organização. Ele deve estar alinhado com as estratégias da empresa e refletir a realidade do mercado em que a organização está inserida. É importante que o orçamento seja consistente em termos de previsões de receita e despesa, evitando que haja discrepâncias que possam prejudicar a gestão financeira da empresa.. Essa relação entre os custos e as receitas deve ser acompanhada para garantir a sustentabilidade financeira da organização.

 

3 - Frequência:

A frequência é um fator que se refere à periodicidade com que o orçamento deve ser revisado e atualizado. É importante que a empresa acompanhe de perto as variações do mercado e esteja preparada para ajustar as projeções orçamentárias, caso necessário. A frequência de atualização do orçamento pode variar de acordo com o setor de atuação da empresa, mas o ideal é que seja feita de forma periódica, pelo menos a cada trimestre ou semestre.

 

Uma vez que os responsáveis em gerir o orçamento dos projetos ou negócios, tenham esses conceitos como incontornáveis em sua rotina de gestão, eles serão beneficiados nas tomadas de decisões, com mais assertividades em garantir a saúde financeira da empresa, o que contribuirá para o sucesso e longevidade dos seus negócios. E você já colocou a prudência, a coerência e a frequência na sua rotina de gestão orçamentária?

  • Curtir 5
  • Amei 1
Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×
×
  • Create New...