Jump to content

Pesquise na Comunidade

Mostrando resultados para tags 'documentos fiscais eletrônicos'.

  • Pesquisar por Tags

    Digite as tags separadas por vírgulas.
  • Pesquisa por Autor(a)

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Antes de tudo...
    • O nosso fórum é para vocês devs e software houses!
  • Geral
    • Desenvolvimento de Software
    • Reviews de Solução
  • Negócios
    • LGPD
    • Gestão
    • Gestão de Pessoas
    • Customer Success: Foco no cliente
  • Comunidade DFe
    • Café com o Contador
    • Notas Técnicas - Café Expresso
    • Tudo sobre DFe
    • Cálculo de impostos (ICMS, IPI, PIS/COFINS, IRPJ)
    • Comércio Exterior
  • Startups
    • Mentoria
    • Dúvidas
  • Cursos
    • TecnoSpeed Academy
    • Curso Básico para Devs
  • Produtos
    • TecnoSpeed Fintech
    • TecnoSpeed Componentes
    • TecnoSpeed PlugMobile
    • TecnoSpeed PlugStorage
    • TecnoSpeed PlugNotas
    • Certificado Digital
    • Manager SaaS
    • TecnoPay
  • Off Topic
    • Blog da Casa do Desenvolvedor
    • Blog da TecnoSpeed
    • Troca de Conhecimentos Gerais
    • Orgulho de ser Nerd/Geek
    • TecnoSpeed 15 anos
  • Eventos
    • Desafios Casa do Dev
    • TecnoUpdate
    • Webinars/Lives
  • Monitor SEFAZ
    • NF-e
    • NFC-e
  • Rejeições
  • Regras Tributárias
  • Linguagens de Programação
  • Trampos em TI | Home Office's Vagas Disponíveis
  • Clube dos AGR's's Discussões
  • Clube dos AGR's's Fale com o Marketing
  • Clube dos AGR's's Dicas do CS
  • Clube dos AGR's's Capacitação em Vendas
  • Clube dos AGR's's Materiais CHS
  • Clube dos AGR's's Materiais Autêntica
  • Clube dos AGR's's Conteúdos TecnoSpeed Certificados
  • Parceiros - Canal de Vendas's Segmentos
  • Parceiros - Canal de Vendas's Dúvidas
  • Mentalidade Ágil's Tópicos
  • Computação Feitep's Geral
  • TIC Performance 2021 - SEBRAE's Trilha dos Workshops 2021
  • TIC Performance 2021 - SEBRAE's Materiais de apoio
  • TIC Performance 2021 - SEBRAE's Aula Gestão Financeira para Software Houses
  • TIC Performance 2021 - SEBRAE's Dúvidas
  • TecnoUpdate 2021's Novidades
  • TecnoUpdate 2021's Conteúdos
  • TecnoUpdate 2021's Dúvidas
  • Desafio Casa do Dev - NodeJS (2021)'s Comece aqui
  • Desafio Casa do Dev - NodeJS (2021)'s Dúvidas
  • Desafio Casa do Dev - NodeJS (2021)'s Cursos - Gratuitos
  • Desafio Casa do Dev - NodeJS (2021)'s O Desafio

Blogs

  • Gestão Empresarial
  • Gestão de Pessoas
  • Empregabilidade

Categorias

  • TI e Programação
    • Dev Back-End
    • Dev Big Data
    • Dev Cloud
    • Dev Desktop
    • Dev Front-End
    • Dev FullStack
    • Dev de Games
    • Dev Mobile
    • Dev Web
    • Gestão de TI
    • Machine Learning & AI
    • Teste de Software
  • Marketing e Vendas
    • Analista de SEO
    • Atendimento Publicitário
    • Cientista de Dados
    • Comercial
    • Growth Hacker
    • Performance Digital
    • Social Media
    • Trend Hunter
  • Design e Multimídia
    • Designer de Animação
    • Designer Gráfico
    • Diagramador
    • Fotógrafo
    • Ilustrador
    • Think Designer
    • UI Designer
    • UX Designer
    • VideoMaker
    • Web Designer
    • 3D Designer
  • Conteúdos e Traduções
    • Assessoria de Imprensa
    • Copywriter
    • Intérprete
    • Jornalista
    • Redator
    • Revisor
    • Roteirista
    • Tradutor
  • Gestão e Pessoas
    • Business Partner
    • Customer Success
    • Headhunter
    • Product Owner
    • Psicólogos
    • Recrutador
    • Scrum Master
    • Analista de Qualidade
  • Financeiro e Adminstrativo
    • Advogado
    • Analista de Dados e Estatísticas
    • Auditoria e Consultoria
    • Contador
    • Financeiro
    • Logística

Product Groups

Não há resultados para exibir.


Encontre resultados em...

Encontre resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    Fim


Última Atualização

  • Início

    Fim


Filter by number of...

Ingressou

  • Início

    Fim


Grupo


Ciente das Políticas de Privacidade


Declaração de Ciência e Autenticidade e de Veracidade


Ciente dos Termos de Serviços e das Regras do Hub


Sobre


Você é estudante?


Qual sua área?


Outro? Por favor, especifique.


Como você conheceu o nosso fórum?


Outro? Por favor, especifique.


Qual seu nível de senioridade?

  1. A Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE) comunica que será realizada uma atualização nos serviços relacionados ao Módulo Fiscal Eletrônico (MFE), na data de hoje (07/10), das 7h30 às 11h, em virtude de uma nova versão disponível. Durante a atualização, funcionara normalmente a geração e emissão do cupom fiscal eletrônico, pois este ocorre de modo off-line no equipamento MFE do Contribuinte. Ficarão indisponíveis o Portal CF-e (cfe.sefaz.ce.gov.br) e os processos de vinculação, ativação e transmissão de Cupons Fiscais Eletrônicos ao Fisco. Para outras informações, o contribuinte pode entrar em contato com os seguintes e-mails: cedot.suporte@sefaz.ce.gov.br e suporte.mfe@sefaz.ce.gov.br. Fonte: https://www.sefaz.ce.gov.br/2021/10/06/atualizacao-nos-servicos-do-modulo-fiscal-eletronico-mfe-5/
  2. Olá Dev, tudo certo? Se você está aqui é porque, provavelmente, você acompanhou a nossa live. E aí gostou? Espero que sim Separei nesse tópico alguns materiais complementares que certamente irão te ajudar nas atualizações dos Documentos Fiscais eletrônicos. Para começar, deixei aqui embaixo a nossa live e o material usado durante a transmissão do conteúdo (em anexo). Imersão Documentos Fiscais eletrônicos - TecnoSpeed.pdf (apresentação) Imersão Documentos Fiscais eletrônicos 2021.pdf (texto) Também vou aproveitar para indicar a nossa playlist no YouTube que mostra, de forma geral, como funciona todos os Documentos Fiscais eletrônicos no Brasil. É uma boa para você que quer aprender todos os detalhes. E por fim, temos alguns artigos no nosso blog que sempre atualizamos quando precisamos divulgar as atualizações do eSocial. Vou deixar aqui... como vocês viram na live, eles serão muito úteis nos próximos meses rs - Cronograma eSocial - Eventos do eSocial? - O que é eSocial? - Manual REINF para Programadores (não é um link para o blog, mas pode ajudar). E claro, caso você queira otimizar o seu sistema para não ter preocupações com todas as atualizações e mudanças que envolvem os documentos fiscais, fique a vontade para conhecer os nossos produtos. Agora eu quero saber de vocês, ficaram com dúvidas? Pode comentar, nós responderemos todas! Muito obrigada
  3. Os seguintes erros estão sendo apresentados na emissão de nota: E327-O regime de tributação informado difere do registrado na Prefeitura. E348-Município de Incidência não permitido para a respectiva Exigibilidade S25-Exigibilidade não permitida. O que significa? O campo Regimes especial de tributação indica qual é o regime que a empresa está inscrita no município, como por exemplo: Microempresa/Estimativa, entre outros. Já o Município incidência é o código do município onde é a incidência do imposto (Tabela do IBGE). O campo Exigibilidade ISS é a aplicabilidade do imposto ISS, como por exemplo Exigível, Não Incidência entre outros. À respeito do erro E327-O regime de tributação informado difere do registrado na Prefeitura recomendamos que verifique no cadastro da prefeitura qual é o regime de tributação registrado na mesma. No que diz respeito aos demais erros, E348 e S25 nossa recomendação é que procure seu contador para averiguar qual é o preenchimento correto, do ponto de vista tributário.
  4. Semana passada meus clientes começaram a apresentar mensagem “Socket Error” no ato da validação. Eu e o suporte da Tecnospeed ficamos horas tentando descobrir do que se tratava e nada de encontrarmos o problema. No outro dia, experimentei remover o Guardião de banco, o Warsaw, utilizado para os bancos Itau, Caixa, BB, Sicredi e tantos outros. Foi só eu remover o software, que o Manager eDoc voltou a validar e transmitir as NF´s. Por tanto fica a dica aos colegas caso tenham retorno de erro parecido. Removam este Guardião que o programa deve voltar a se comunicar. Infelizmente é uma medida provisória, fatalmente a pessoa que emite NF-e precisa também acessar banco para no mínimo gerar boletos e etc.A Diebold ainda não me retornou sobre o reporte que fiz a eles.
  5. Na geração do evento S-1020 para CAEPF, retorna o erro que o cadastro deve ser relativo ao empregador, e como relata manual deve-se gerar uma lotação tributaria. Como relaciona na pagina 79: Item 7) O CAEPF deve ser cadastrado como estabelecimento, ele deverá ter pelo menos uma lotação tributaria. Para solucionar você deve cadastrar o empregador como pessoa física e as lotações com o Número do CAEPF. Os campos devem ser informados os dados do empregador, não do CAEPF. Os dados devem ser enviados no S-1020 e S-2200. Fizemos um post específico falando sobre o CAEPF e o CNO: Segue o link do post.
  6. Certificado digital é um assunto recorrente no meio corporativo. Afinal, todo empresário precisa cumprir obrigações fiscais e tributárias e, para comprovar a autoria dos seus documentos, escriturações e processos, ele precisa de um certificado digital. Mas afinal, qual a diferença entre os certificados A1 e A3? E qual é o mais seguro?
  7. Para acesso à versão trial do Componente NFe, utilize este link: https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/tecnospeed-trial/setup_nfe_trial_11.1.64.6271.exe Para outros componentes, você pode navegar pelo GitHub da TecnoSpeed: https://github.com/tecnospeed Tanto o componente NFe, quanto o CTe trabalham com BPL (Delphi) e ActiveX (Extensão OCX) e podem utilizados para qualquer linguagem que consiga se integrar com um desses dois tipos de bibliotecas. No PHP, seguindo o exemplo de NFe, você vai utilizar a OCX. Infelizmente não temos um exemplo pronto de PHP, igual ao de NFe. Mas enquanto o construímos, você pode utilizar se guiar pelo exemplo de NFe e para entender como o componente CTe funciona, deixo aqui a sua documentação : https://atendimento.tecnospeed.com.br/hc/pt-br/sections/360003876414-Primeiros-passos-com-o-Componente-CT-e-
  8. Tem alguma informação sobre a emissão notas com CST 030 cBenef PR819998? Pois ao utilizar esse cBenef nos retorna com erro de que não corresponde com CST informado. Nosso caso é uma operação de venda ZONA FRANCA DE MANAUS, porem nosso artigo é de isenção, mas o item é Substituição tributaria. Emitente do PR, utilizando cBenef PR819998.
  9. Para a NF-e 4.0, o grupo " I. Produtos e Serviços", exige que sejam informados novos campos para identificar se o produto foi fabricado em escala relevante, ou não. Para saber se seu produto é fabricado em escala relevante, deve-se consultar a c láusula 23ª do Convênio ICMS 52/2017. 1 Em caso de produção em escala NÃO relevante, o campo CNPJ do Fabricante deve ser informado. O que mudou? Neste grupo foram acrescentados três novos campos, sendo eles: indEscala CNPJFab cBenef Rejeições É possível receber uma destas três rejeições: Rejeição 879 Informado item “Produzido em Escala NÃO Relevante” e não informado CNPJ do Fabricante [nItem:nnn] Regra de validação : Se informado indEscala=”N- não relevante” (id: I05d), deve ser informado CNPJ do Fabricante da Mercadoria (id: I05e) Solução : Essa rejeição foi apresentada porque o indEscala=”N- não relevante” (id: I05d) não estava com o CNPJ do Fabricante da Mercadoria informado, deverá colocar o mesmo. Rejeição 489 CNPJ informado inválido (DV ou zeros) Regra de validação : Se informado CNPJFab (id: I05e) Solução : Deverá informar o CNPJFab_I05e pois o mesmo é obrigatório. Rejeição 854 Unidade Tributável (tag:uTrib) incompatível com produto informado [nItem:nnn] Regra de validação : Informado campo cProdANP (id: LA02) = 210203001 (GLP) e campo uTrib (id: I13) <> “kg” (ignorar a diferenciação entre maiúsculas e minúsculas) Solução : Se o campo uTrib tiver como produto 210203001 no campo cProdANP Como preencher os novos campos na 4.00? Se você utiliza o Componente NFe, Componente NFCe ou o Manager eDoc , veja como preencher as informações do Grupo K. nos três possíveis formatos de integração: REC: I05c|CEST|indEscala|CNPJFab|cBenef| TX2: indEscala_I05d= CNPJFab_I05e= cBenef_I05f= DataSet: undefined.campo(‘indEscala_I05d’).Value := ‘’; undefined.campo(‘CNPJFab_I05e’) .Value := ‘’; undefined.campo(‘cBenef_I05f’) .Value := ‘’;
  10. Ao obter o erro: A SENHA UTILIZADA NA TENTATIVA DE UPLOAD DO CERTIFICADO ESTA INCORRETA, o problema pode ser em relação as particularidades da prefeitura. Para este padrão da prefeitura de Florianópolis, existem algumas particularidades. Inicialmente, será obrigatório a utilização de certificado digital pelo prestador de serviços. E em casos especiais a assinatura digital poderá ser substituída por login e senha. Para fazer o envio, consulta e cancelamento das notas, os campos login e senha devem ser informados como parâmetros extras da seguinte forma: Campo login: client_id=XXXXXXXX Campo senha: client_secret=XXXXXXXXXXXXXXXXXX;Senha=XXXXXXXXX;NumeroAEDF=XXXXXXXXX Para mais informações, leia o seguinte post Documentação Técnica - Padrão SOFTPLAN .
  11. A rejeição que a prefeitura retorna é a seguinte: E33-Rps 37: Código de serviço inexistente. (Consulte a legislação vigente para saber o código de serviço que deverá ser informado neste campo.) Acontece que o código de serviço está idêntico ao código aceito pela prefeitura, além disso todos os CNAES estão corretos também. Solução:
  12. Qual o novo padrão para o campo Reinf.VersaoManual sendo que antes era assim: Reinf.VersaoManual = VersaoManualKind.vm13
  13. Teremos que indicar os dados do responsável técnico pela emissão da nota, esse dados podem ser da empresa que está emitindo a nota? Fiquei preocupado pois sou pessoa física e desenvolvo para as empresas e vi os campos abaixo, como devo proceder nesse caso? Identificador do CSRT utilizado para montar o hash do CSRT O hashCSRT é o resultado da função hash (SHA-1 – Base64) do CSRT fornecido pelo fisco mais a Chave de Acesso da NFe.
  14. Olá desenvolvedor e cliente das nossas soluções, á partir de agora manteremos atualizado de forma mensal a ordem das homologações de Padrões que compatibilizaremos nossas soluções. Abaixo está a listagem das homologações, bem como a situação do andamento. Ressalto que esta ordem pode ser alterada conforme necessidade: Padrão PresconWS - Finalizado a homologação Padrão SIL20 - Finalizado a homologação Padrão Siap - Finalizado a homologação Padrão NFEletronica - Finalizado a homologação Padrão Columbia - Em homologação Padrão Elmar - Em homologação Padrão JanelaUnica - Aguardando início Padrão Azimuth - Aguardando início Padrão CEBI - Aguardando início Padrão HM2 - Aguardando início Padrão Intertec - Aguardando início Padrão NFOnline - Aguardando início Padrão 3Tecnos - Aguardando início Padrão SysISSOnline - Aguardando início
  15. Como fica a seguinte situação: sou um free lance, pessoa física e desenvolvi um software de Gestão para uma Empresa (PJ) e para emissão da NFe usamos a solução TX2 da TecnoSpeed. No caso do responsável técnico e toda aquelas regras de validação do Código de Segurança do RT, para calcular o campo hashCSRT preciso de informações que não tenho? Solução: Caso esteja usando emissores da TecnoSpeed, tem uma automação para preencher automaticamente com o CNPJ da Software House, que está em contrato conosco. Porém, se o seu contrato for com um CPF, essa automação não funciona, logo, você deverá informar um CNPJ válido no arquivo de integração, podendo assim, utilizar o grupo das Informações do Responsável Técnico . Nesse caso, a TecnoSpeed não pode ser o responsável técnico, pois nós fazemos apenas a comunicação. O responsável seria o ERP, que gera o arquivo de integração.
  16. Em relação a um código CSOSN 102 NCM 3004.90.69. Qual a tributação dela para o regime de simples nacional?
  17. Geramos NFS-e para nossos clientes no mesmo LCP 116: 01.05 - Licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computação. Nossa dúvida é sobre o texto que vem nas notas emitidas aonde diz: “… Informamos que os serviços prestados por nossa empresa, não estão sujeitos a Retenção dos Impostos (IRRF, PIS, COFINS e CSLL), por não se enquadrarem como serviço caracterizadamente de natureza profissional, previstos nos termos do parágrafo primeiro do Art. 647 do RIR/1999, conforme entendimento da Solução de Consulta número 288 - Cosit de 14/10/2014, Link: http://goo.gl/lphWGT e, Solução de Consulta número 47 de 23/02/2012, Link: http://goo.gl/yZ5yPa …” A dúvida é se podemos usar o mesmo texto em nossas NFS-e emitdas para nossos clientes que compram nosso software? A esse respeito podemos observar que no âmbito da Receita Federal do Brasil tivemos um avanço importante no uso das consultas com a edição da Instrução Normativa n º 1.396/2013. Seu art. 9º prevê que: “Art. 9º A Solução de Consulta Cosit e a Solução de Divergência, a partir da data de sua publicação, têm efeito vinculante no âmbito da RFB, respaldam o sujeito passivo que as aplicar, independentemente de ser o consulente, desde que se enquadre na hipótese por elas abrangida, sem prejuízo de que a autoridade fiscal, em procedimento de fiscalização, verifique seu efetivo enquadramento. ” (Redação atualizada pela IN RFB nº 1.434/2013) Com essa nova modalidade, os entendimentos proferidos nas soluções de consulta da Coordenação Geral de Tributação (Cosit) , além dos proferidos em Soluções de Divergência, passam a valer para todos os auditores e contribuintes. Ou seja, mesmo que o questionamento tenha sido proposto por um contribuinte (pessoa física ou jurídica) situado no Rio Grande do Sul, ela é aplicável a outro contribuinte localizado no Amapá, bastando para isso que ele se encontre em idêntica situação àquela que foi objeto do questionamento. É como se as opiniões manifestadas pela Receita Federal através de tais consultas passassem a ter força de lei, pois se revestem desse caráter vinculante. Se determinado contribuinte ou responsável por tributo administrado pelo referido órgão agir de acordo com a orientação contida em alguma solução de consulta da Cosit, estará protegido contra qualquer interpretação divergente que algum auditor fiscal queira impor.
  18. Para o ind_pag = “4 - NFCE com entrega a domicilio” é obrigatório a identificação do consumidor e o seu endereço de entrega. Se houver taxa de entrega devo informar no campo de frete. Logo, qual modalidade de frete devo usar? Posso usar qualquer uma (seguindo suas regras é claro) ou será sempre igual a sem frete mesmo tendo frete?
  19. Cidade: Brasília-DF Mensagem da Rejeição: Rejeicao: Duplicidade de NF-e\delimiter com diferenca na Chave de Acesso [chNFe:99999815590921000129550010000060481000060407][nRec:999003711514300] Solução:
  20. Erro: An unhandled exception of type ‘System.Runtime.InteropServices.COMException’ Additional information: O arquivo de elementos permitidos não existe Solução:
  21. A Carta de Correção (CC-e), é um dos eventos disponibilizados pela SEFAZ. Sua finalidade é corrigir informações do CT-e, porém, ao emitir surgem diversas dúvidas não é mesmo? Por este motivo iremos lhe informar tudo sobre a Carta de Correção do CT-e (CC-e), para que não tenha mais inseguranças na hora da emissão! O que é Carta de Correção? A Carta de Correção foi instituída pelo Ajuste SINIEF 04/09 e suas especificações técnicas foram definidas de acordo com o estabelecido no Manual de Orientação do Contribuinte (MOC). Ela tem como objetivo corrigir as informações do CT-e. Portanto é um meio utilizado para referenciar o campo que sofrerá alteração. Quais campos posso corrigir? Após iniciada a prestação de serviço, sanar erros em campos específicos do CT-e, observado o disposto no artigo 58-B do Convênio SINIEF nº 06/89 , por meio de Carta de Correção eletrônica -CC-e, transmitida à administração tributária da unidade federada do emitente: “ Art. 58-B - Fica permitida a utilização de carta de correção, para regularização de erro ocorrido na emissão de documentos fiscais relativos à prestação de serviço de transporte, desde que o erro não esteja relacionado com: I - as variáveis que determinam o valor do imposto tais como: base de cálculo, alíquota, diferença de preço, quantidade, valor da prestação; II - a correção de dados cadastrais que implique mudança do emitente, tomador, remetente ou do destinatário; III - a data de emissão ou de saída.” Portanto, importante verificar que, para correção de quaisquer das situações mencionadas acima, fica proibida que tais correções ocorram por meio da Carta de Correção eletrônica. Quem é o autor do evento? O autor do evento é o emitente do CT-e. A mensagem XML do evento será assinada com o certificado digital que tenha o CNPJ base do emitente do CT-e. Existe alteração no XML original do CT-e? Não é realizada nenhuma alteração no XML original do CT-e , ou seja, as correções feitas via CC-e não serão impressas no DACTE (Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte eletrônico). Como emitir mais de uma CC-e para o mesmo CT-e? Havendo mais de uma CC-e para o mesmo CT-e, o registro de uma nova Carta de Correção substitui a Carta de Correção anterior , assim a nova Carta de Correção deve conter todas as correções a serem consideradas. Como consultar uma Carta de Correção? As consultas das correções somente serão visualizadas via consulta pública, nos portais estaduais e nacional do CT-e. É possível cancelar um CT-e com Carta de Correção? É importante lembrar que caso tenha sido emitida Carta de Correção eletrônica relativa a determinado CT-e, este não poderá ser cancelado . Em qual modo operação devo emitir uma Carta de Correção? A UF desses tipos de evento deverão ser atendidas pela SEFAZ em modo de autorização normal . É possível emitir Carta de Correção manual? Encontra-se vedada a utilização da Carta de Correção em papel, desde 01/06/2014, para sanar erros em campos específicos do CT-e (Ajuste SINIEF 07/14). O que fazer caso necessite realizar alterações na base de cálculo, alíquota, diferença de preço, quantidade e valor da prestação? Nesse caso temos duas soluções, que irão depender se a correção vai aumentar ou diminuir o valor do ICMS ou da prestação: Aumentar: Deverá ser realizada a emissão de um CT-e Complementar, com os valores faltantes no documento anterior. Diminuir: Deverá ser realizado o cancelamento do CT-e, porém, caso o transporte já esteja em trânsito e não seja mais possível, deverá ser emitido um CT-e de anulação de valores. Existe algum layout de impressão da Carta de Correção? Não há um layout estabelecido pela SEFAZ para a CC-e, por não se tratar de documento fiscal formal, pois nem requer a AIDF (Autorização de Impressão de Documento Fiscal) portanto a mesma não poderá ser impressa . Caso fosse necessário realizar a impressão da CC-e, a legislação teria criado um Documento Auxiliar da Carta de Correção eletrônico como o DACTE. Deste modo, não existe previsão legal de impressão da Carta de Correção eletrônica, a obrigação do emissor é registrar a Carta de Correção eletrônica na SEFAZ e comunicar o destinatário, somente isto. Como não existe impressão da CC-e, como que eu a visualizo? Como não existe um modelo de impressão da CC-e, sua visualização deve ser realizada através de consulta ao documento eletrônico ao qual se refere, utilizando a chave de acesso . Dessa forma, ao consultar o CT-e, sua carta de correção também será visualizada, seja pelos funcionários da transportadora, pelo fiscal da fronteira ou pelo tomador do serviço de transporte.
  22. O código CSC está correto, mas está retornando esta mensagem:“Rejeicao: Codigo identificador do CSC no QR-Code foi revogado pela empresa”
  23. Clientes do MT passaram a receber uma Rejeição 813: QR-Code com sequência de escape para o e-comercial. Usar CDATA , quando tento autorizar uma NFCe na versão 4.00, tentei trocar o QRCode para a versão 2.00, mas sem sucesso. O que fazer? Tópico originalmente criado por: @renan
  24. O Grupo W. Total da NFe , esse campo você informa os valores totais da NFe. Se tem a criação dos campos totalizadores do FCP, do IPI no caso de devolução. Como podemos ver na imagem acima, ocorreu o acréscimos de vários campos, como o do vFCP, vFCPST, vFCPSTRet e vIPIDevol. O que preencher nos novos campo? vFCP, segundo a regra de validação deverá ser preenchido com o valor total da soma dos campo vFCP_N17c de cada item; vFCPST, segundo a regra de validação, deverá ser preenchido com o valor total da soma dos campo vFCPST_N23d de cada item; vFCPSTRet, segundo a regra de validação, deverá ser preenchido com o valor total da soma dos campo vFCPSTRet_N27d de cada item; vIPIDevol, segundo a regra de validação, deverá ser preenchido com o valor total da soma dos campo vIPIDevol_UA04 de cada item; Rejeições: É possível receber uma destas quatro rejeições: Rejeição 863 Total do IPI devolvido difere do somatório dos itens Regra de validação : Total do IPI devolvido (id: W12a) difere do somatório do valor dos itens (id:UA04) Solução : O campo vIPIDevol_W12a deverá conter a soma de todos os campos vIPIDevol_UA04 de cada item. Fórmula: vIPIDevol_UA04(item 1) + vIPIDevol_UA04(item 2) = vIPIDevol_W12a Rejeição 859 Total do FCP retido anteriormente por Substituição Tributária difere do somatório dos itens Regra de validação : Total do FCP ST retido anteriormente (id: W06b) difere do somatório do valor dos itens (id:N27d) Solução : O campo vFCPSTRet_W06b deverá conter a soma dos campos vFCPSTRet_N27d de cada item. Fórmula: vFCPSTRet_N27d (item 1) + vFCPSTRet_N27d (item 2) = vFCPSTRet_W06b Rejeição 862 Total do FCP ST difere do somatório dos itens Regra de validação : Total do FCP ST (id: W06a) difere do somatório do valor dos itens (id:N23d). Ou seja, o campo vFCPST_W06a está diferente da soma dos campos vFCPST_N23d de cada item. Solução : O campo vFCPST_W06a devera conter a soma dos campos vFCPST_N23d de cada item Fórmula: vFCPST_N23d (item 1) + vFCPST_N23d (item 2) = vFCPST_W06a Rejeição 861 Total do FCP difere do somatório dos itens Regra de validação : Total do FCP (id: W04b) difere do somatório do valor dos itens (id:N17c). Solução : O campo vFCP_W04b deverá conter a soma dos campos vFCP_N17c de cada item. Fórmula: vFCP_N17c (item 1) + vFCP_N17c (item 2) = vFCP_W04b Como preencher esses campos novos? Se você utiliza o Componente NFe Componente NFCe ou o Manager eDoc , veja como preencher as informações do Grupo W. nos três possíveis formatos de integração: REC: W| W02|vBC|vICMS|vICMSDeson|vFCP|vBCST|vST| vFCPST|vFCPSTRet|vProd|vFrete|vSeg|vDesc|vII|vIPI|vIPIDevol|vPIS|vCOFINS| vOutro|vNF|vTotTrib| W04c|vFCPUFDest|vICMSUFDest|vICMSUFRemet| /* 0-1/Grupo facultativo */ W17|vServ|vBC|vISS|vPIS|vCOFINS|dCompet|vDeducao|vOutro|vDescIncond| vDescCond|vISSRet|cRegTrib| W23|vRetPIS|vRetCOFINS|vRetCSLL|vBCIRRF|vIRRF|vBCRetPrev|vRetPrev| TX2: …campos antigos… vFCP_W04b=0.00 vFCPST_W06a=0.00 vFCPSTRet_W06b=0.00 vIPIDevol_W12a=0.00 …campos antigos… DataSet: undefined.campo(‘vFCP_W04b’).Value := ‘0.00’; undefined.campo(‘vFCPST_W06a’).Value := ‘0.00’; undefined.campo(‘vFCPSTRet_W06b’).Value := ‘0.00’; undefined.campo(‘vIPIDevol_W12a’).Value := ‘0.00’;
  25. Para a NF-e 4.0, o grupo " I. Produtos e Serviços", exige que sejam informados novos campos para identificar se o produto foi fabricado em escala relevante, ou não. Para saber se seu produto é fabricado em escala relevante, deve-se consultar a c láusula 23ª do Convênio ICMS 52/2017. 1 Em caso de produção em escala NÃO relevante, o campo CNPJ do Fabricante deve ser informado. O que mudou? Neste grupo foram acrescentados três novos campos, sendo eles: indEscala CNPJFab cBenef Veja na imagem abaixo: Rejeições É possível receber uma destas três rejeições: Rejeição 879 Informado item “Produzido em Escala NÃO Relevante” e não informado CNPJ do Fabricante [nItem:nnn] Regra de validação : Se informado indEscala=”N- não relevante” (id: I05d), deve ser informado CNPJ do Fabricante da Mercadoria (id: I05e) Solução : Essa rejeição foi apresentada porque o indEscala=”N- não relevante” (id: I05d) não estava com o CNPJ do Fabricante da Mercadoria informado, deverá colocar o mesmo. Rejeição 489 CNPJ informado inválido (DV ou zeros) Regra de validação : Se informado CNPJFab (id: I05e) Solução : Deverá informar o CNPJFab_I05e pois o mesmo é obrigatório. Rejeição 854 Unidade Tributável (tag:uTrib) incompatível com produto informado [nItem:nnn] Regra de validação : Informado campo cProdANP (id: LA02) = 210203001 (GLP) e campo uTrib (id: I13) <> “kg” (ignorar a diferenciação entre maiúsculas e minúsculas) Solução : Se o campo uTrib tiver como produto 210203001 no campo cProdANP Como preencher os novos campos na 4.00? Se você utiliza o Componente NFe, Componente NFCe ou o Manager eDoc , veja como preencher as informações do Grupo K. nos três possíveis formatos de integração: REC: I05c|CEST|indEscala|CNPJFab|cBenef| TX2: indEscala_I05d= CNPJFab_I05e= cBenef_I05f= DataSet: undefined.campo(‘indEscala_I05d’).Value := ‘’; undefined.campo(‘CNPJFab_I05e’) .Value := ‘’; undefined.campo(‘cBenef_I05f’) .Value := ‘’; Tópico originalmente criado por: @renan

Sobre o Fórum

Este é um fórum para todos os devs e software houses!

Você como dev já passou por uma situação onde aconteceu algum bug, olhou para os lados e não tinha ninguém para te ajudar? Seus problemas acabaram! 😎 

Bem-vindo(a) ao fórum da Casa do Desenvolvedor, uma comunidade completa, onde desenvolvedores, software houses, aficionados por inovação e tecnologia podem tirar dúvidas, compartilhar novidades e conhecimento, trocar experiências e até postar uns memes que só nós da tecnologia entendemos 😅

Crie agora sua conta e vamos juntos criar uma comunidade forte! 

×
×
  • Create New...