Jump to content

Como emitir NFS-e para o Brasil todo com uma única API


Postagens Recomendadas

Eai galera, tudo bem? 

Quem está por dentro da estrutura fiscal do nosso país sabe que emitir Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) para mais de um município é um desafio e tanto pois cada cidade tem a sua própria legislação e interface de emissão. Então fazer isso programaticamente e de maneira ágil para todo o Brasil parece ser impossível, mas estou aqui pra te mostrar que não é bem assim.

Realmente, se você tentar desenvolver a integração um município por vez provavelmente levará alguns anos para percorrer todos os 5.568 municípios, e ainda assim existem chances de você não terminar pois as cidades atualizam seus softwares frequentemente, quebrando as integrações já existentes. E é por conta da alta complexidade dessa tarefa que existem algumas formas para contornar esse problema.

As duas principais formas de realizar a emissão para várias cidades são:

  1. Contratar um ERP que tenha integração com todas as cidades que você precisa. Esse tipo de software é bem completo e altamente recomendado para organização gerencial das empresas mas que em contraponto apresenta uma complexidade alta de implantação e diversas funcionalidades que não são diretamente ligadas a emissão (o que pode complicar sua vida nesse momento);
  2. Contratar um gateway de serviços (como a TecnoSpeed 💙) que demanda um esforço de implantação bem menor e garante a integração segura com prefeituras de todo o país. E que por conta da facilidade para começar a emitir é a abordagem vou apresentar aqui nesse tópico ☺️;

 "Mas eai, como isso funciona? 🤔"

É bem simples pois o time de onboarding e suporte do Plugnotas é altamente capacitado e acompanha de perto nossos clientes em todas as etapas para garantir que tudo funcione perfeitamente. Agora vamos para as etapas:

  1. Contratação: basta preencher o formulário dessa página e um consultor irá entrar em contato para alinhar todos os detalhes, mas não se preocupe pois além desse processo ser super rápido você pode seguir com os próximos passos em paralelo com a contratação.
  2. Preparações externas: você vai precisar regularizar algumas questões fiscais com a prefeitura, são elas:
    • Liberação para uso do WebService: Cada prefeitura tem suas particularidades mas em geral é necessário solicitar a liberação para uso do webservice nos ambientes de homologação (para testes) e produção (para emissão). Recomendamos que entre em contato diretamente com a prefeitura para regularizar essa questão.
    • Formas de autenticação: na maior parte das prefeituras essa autenticação é feita via certificado digital A1, portanto você precisará dele "em mãos" para conseguir realizar a emissão. Porém também existem prefeituras que fazem a autenticação por meio de login e senha, somente nesses casos não é necessário o certificado digital.
    • Liberação de RPS: o Recibo Provisório de Serviço (RPS) é usado pelas prefeituras para controlar os envios, por conta disso alguns municípios exigem que você faça a liberação de uma faixa de RPS, isso geralmente pode ser feito diretamente no portal da prefeitura.
    • Informações tributárias da nota: grande parte das informações que são colocadas no JSON de emissão (como código do serviço, código de tributação, CNAE do prestador, etc) são fornecidas pela própria prefeitura, mas o contador do seu cliente também pode ser um grande aliado na obtenção desses dados.
  3. Criação da conta Tecnospeed: você deverá acessar a área de criação de conta do nosso portal e preencher seus dados o processo é simples mas eu trouxe algumas recomendações para que tudo corra conforme o esperado:
    • No campo CPF/CNPJ deve ser informado o CPF ou CNPJ utilizado na assinatura de contrato com a Tecnospeed;
    • Essa conta é única para o seu CNPJ então de preferencia para usar emails que não sejam vinculados a uma pessoa e sim vinculados à sua empresa (mas caso precise esse e-mail pode ser trocado no futuro sem problemas);
    • Essa conta é extremamente importante, portanto utilize uma senha forte (sem caracteres sequenciais e com variações de letras maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais)
  4. Acessar o Plugnotas: agora que você já tem uma conta Tecnospeed você estará apto a fazer o login na interface do Plugnotas (link), as credenciais de acesso são as mesmas usadas na criação da sua conta Tecnospeed. O primeiro login é obrigatório, pois ele desencadeia algumas automações essenciais para o funcionamento da sua integração. Já vamos aproveitar esse primeiro login para fazer as configurações mais importantes para a sua organização:
    • Certificados: como já foi dito anteriormente a autenticação com as prefeituras é feita via certificado A1, então clique em "Certificados" no menu lateral (à esquerda) e cadastre os arquivos .pfx e suas senhas.
    • Empresas: todos os prestadores de serviço que irão emitir precisão estar cadastrados na plataforma, então clique em "Empresas" no menu lateral (à esquerda) e preencha os dados dos seus clientes. Nessa etapa é muito importante fazer a vinculação do certificado cadastrado à empresa corretamente, portanto se você ainda não tiver feito o cadastro dos  certificados recomendo que volte ao passo anterior antes de prosseguir.
  5. Iniciar os testes: Temos 2 ambientes para testes, cada um com suas particularidades descritas abaixo:
    • Sandbox: ideal para testar a comunicação entra a sua estrutura e a nossa aplicação
      • Requisições a nível Tecnospeed
      • Token padrão
      • Retornos mockados
    • Homologação: ideal para validar as configurações iniciais
      • Requisições a nível Prefeitura/SEFAZ
      • Retornos reais
      • Sem valor fiscal
  6. Obter o token de autenticação: todas as suas requisições para a nossa API precisarão do x-api-key, esse parâmetro é o que vai identificar você como cliente autorizado a usar a API. Obter esse token é super simples, basta se logar na interface do Plugnotas, clicar no Avatar no canto superior direito da tela e depois em "Exibir token" conforme exemplificado no gif abaixo: chrome_ACwKlZwCJU.gif
     
  7. Iniciar a emissão: agora que já está tudo certo você deverá usar o ambiente de Produção para começar a realizar emissões com valor fiscal, elas seguirão o seguinte fluxo: 
    image.png
    O envio no Plugnotas é feito via JSON, no qual você irá informar o IDintegração, Prestador, Tomador e Serviço a estruturação correta desse JSON é extremamente importante por isso temos tudo bem detalhado na documentação da nossa API.
  8. Acompanhar os resultados: Após recebermos o seu JSON de envio iremos retornar o ID da nota e seu protocolo. Agora você poderá consultar o status da sua NFS-e em uma das nossas rotas de consulta sempre que desejar, ou então configurar um webhook para que nós ativamente façamos a notificação quando sua nota atingir um status final.

É tudo muito bem pensado para facilitar a sua vida, mas caso você encontre algum problema, o nosso time de suporte estará preparado para garantir que você receba auxilio rápido e assertivo. Agora é só "Plugar" e sair emitindo ☺️

  • Curtir 1
  • Amei 1
Link to comment
Compartilhe em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar 😀

Você precisa ser um membro para deixar um comentário.

Crie a sua conta

Participe da nossa comunidade, crie sua conta.
É bem rápido!

Criar minha conta agora

Entrar

Você já tem uma conta?
Faça o login agora.

Entrar agora
×
×
  • Create New...