Jump to content

Pix: As novas funcionalidades para 2022


Yagor Victor Assis Mariano

Postagens Recomendadas

Em pouco mais de um ano de uso, o Sistema de Pagamento Instantâneo (Pix) já soma mais de 115 milhões de usuários cadastrados. Cerca de 106 milhões de brasileiros e mais da metade das empresas no país aderiram ao sistema. Essa quantidade se traduz em mais de 1,2 bilhão de transações realizadas, uma quantidade que supera a soma de operações com boletos, TEDs, DOCs e cheques.

Funcionando 24/7, o Pix pode ser feito entre quaisquer bancos/fintechs/instituições de pagamento, tanto para pessoa física quanto para jurídica, fazendo com que o dinheiro caia na hora e a operação não tenha custos (pessoas físicas) ou um custo muito baixo (jurídica).

O objetivo do Banco Central do Brasil (Bacen) é massificar o uso desse meio de pagamento e por isso, tem adicionado novas funcionalidades a ele.

O Pix Cobrança (permite gerar QR Codes incluindo informações além do valor, como data de vencimento, juros e multa), o Pix Saque (que permite fazer saques em qualquer ponto que ofereça o serviço) e o Pix Troco (em que, ao fazer uma compra, o consumidor faz um Pix de valor superior e recebe a diferença em espécie) foram entregas realizadas pelo Bacen ainda em 2021.

 

Novidades

Outras funcionalidades devem chegar ao Pix em 2022. Veja a seguir quais são elas:

 

Pix garantido

Permite que os pagamentos sejam parcelados e agendados por meio do Pix.

 

Pix aproximação

Vai ser possível fazer pagamentos por Pix ao aproximar o celular da máquina de cartão.

 

Pix débito automático

Contas de consumo, como água, luz e telefone, poderão ser programadas para pagamento automático com Pix.

 

Pix offline

O recurso está sendo testado com três tecnologias, mas ainda está em processo de avaliação.

 

Pix internacional

O Bacen já conversa com países como Inglaterra e Itália para permitir transferências internacionais instantâneas a partir da ferramenta, mas o lançamento da função ainda não tem data definida.

 

Além dessas funcionalidades, a mais recente envolvendo o Pix é o uso do sistema para arrecadação de recursos para campanhas eleitorais. A medida foi autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e prevê que partidos e candidatos usem o CNPJ ou o CPF como chave de identificação.

  • Curtir 7
  • Amei 5
Link to comment
Compartilhe em outros sites

  • 11 months later...

Crie uma conta ou entre para comentar 😀

Você precisa ser um membro para deixar um comentário.

Crie a sua conta

Participe da nossa comunidade, crie sua conta.
É bem rápido!

Criar minha conta agora

Entrar

Você já tem uma conta?
Faça o login agora.

Entrar agora
  • Quem está online   0 Membros, 0 Anônimos, 26 Visitantes (Ver lista completa)

    • There are no registered users currently online


×
×
  • Create New...