Jump to content

Seja genuinamente interessado em outras pessoas


Postagens Recomendadas

Você não precisa ser tão interessante quanto precisa ser interessado pelos outros.

 

O quarto princípio do Best-Seller "Como fazer amigos e influenciar pessoas" de Dale Carnegie nos traz um dos ensinamentos mais valiosos e de retorno quase que imediato ao ser praticado de maneira genuína. Se cada pessoa é um mar de ideias, características e experiências, por que não buscar explorar e conhecer um pouco mais sobre?

Carnegie também afirma que você pode fazer mais amigos em dois meses, tornando-se interessado em outras pessoas do que faria em dois anos, tentando fazer com que outras pessoas se interessem por você.

Uma das boas histórias de Carnegie é sobre um jantar muito elegante oferecido para renomados convidados em Nova York. Neste evento sentou-se ao lado de um botânico e ouviu com muita curiosidade e atenção suas histórias por horas a fio. Ao final da noite, despediram-se e rapidamente e foi prontamente elogiado pelo botânico, como “a prosa mais interessante da noite”.

Sobre isso, Carnegie pondera no livro: “Uma prosa interessante? Eu? Porque, afinal de contas, quase nada disse. Nada poderia ter dito, se eu tivesse querido, sem mudar de assunto, pois conheço tanto de botânica como da anatomia de um pinguim. Mas fiz o seguinte: ouvi atentamente”

Em vendas não é diferente. Seja B2B, B2C, B2B2C, ainda assim as relações serão construídas entre pessoas. Quanto mais espaço aquele seu prospect tiver para falar, quanto mais a vontade ele estiver para te alimentar de informações, maiores serão as chances de você ter sucesso na negociação.

Aqui vão algumas dicas para assim como Carnegie, ter uma prosa interessante:

 

  • Busque se interessar verdadeiramente pela pessoa;
  • Faça-a se sentir importante;
  • Pergunte coisas que a pessoa terá prazer em falar a respeito;
  • O tópico principal da conversa deverá ser a pessoa que está à sua frente e os interesses dela;
  • Use o silêncio a seu favor, controle a ansiedade em quebrá-lo e dê a oportunidade da pessoa falar um pouco mais;
  • Seja um bom ouvinte, tenha escuta ativa;
  • Fuja do pronome “eu” e foque no “você”.

 

Agora lembre-se, faça isso da forma mais verdadeira possível. Esse princípio não vem no sentido de colocar os outros em um pedestal ou com bajulação, mas sim para valorizar e se interessar por suas histórias.

Quando você se interessa por outras pessoas, elas se interessam por você.

  • Curtir 1
  • Amei 4
Link to comment
Compartilhe em outros sites

Quando você se interessa por outras pessoas, elas se interessam por você.

Essa é uma verdade absoluta, mas parece que muitos não a veem dessa forma, tentar ser uma pessoa interessante para atrair seguidores, likes, hoje em dia é tão comum, que se interessar de forma verdadeira pelas pessoas fica em segundo ou terceiro plano. Mas o tão esperado resultado se nos interessarmos pelas pessoas, acontece de uma forma natural e com muito mais confiança. 

Obrigado @Yagor Victor Assis Mariano, excelente post.

  • Amei 1
Link to comment
Compartilhe em outros sites

  • 2 weeks later...

Crie uma conta ou entre para comentar 😀

Você precisa ser um membro para deixar um comentário.

Crie a sua conta

Participe da nossa comunidade, crie sua conta.
É bem rápido!

Criar minha conta agora

Entrar

Você já tem uma conta?
Faça o login agora.

Entrar agora
 Compartilhar

  • Você também pode se interessar por:

    • Por Yagor Victor Assis Mariano
      Lembre-se que o nome de uma pessoa, é para ela, o som mais doce e mais importante que existe em qualquer idioma.

       
      Assim como eu, acredito que você já foi apresentado (ou se apresentou a alguém) e esqueceu o nome dessa pessoa antes mesmo de iniciarem o assunto principal, não é mesmo?
      Pois é, isso acontece muito mais do que imaginamos (e gostaríamos) e pode ser um ponto de atrito quando pensamos em melhorar nossas relações, sejam elas pessoais, profissionais ou em qualquer outro âmbito das nossas vidas.
      Pode parecer um pequeno detalhe, mas para as pessoas em geral, não há nada que gere maior interesse que o seu nome. É uma singularidade que nos diferencia. Portanto, Dale Carnegie nos traz que lembrar o nome será um gesto sutil, mas muito eficiente. Esqueça-o e ficará em desvantagem.
      Num cenário cada vez mais comum em que um profissional de vendas atende 10, 12 ou mais clientes por dia, corre-se o risco de confundir rostos e trocar nomes. Vale lembrar que a relação entre cliente e vendedor é assimétrica, ou seja, você pode ser o primeiro e único vendedor que o cliente está vendo, logo, existe a expectativa de ser único naquele momento.
      Lembrar o nome das pessoas pode ser uma tarefa difícil, principalmente porque nosso cérebro tende a não colaborar quando não colocamos uma importância nisso. Por isso, separei 4 passos para que você possa se preparar melhor e nunca mais esquecer o nome de alguém:
       
      Olhe e escute, esteja preparado para ouvir o nome da pessoa; Faça uma impressão do outro, o que se destaca sobre ele?; Repita o nome da pessoa alguma vezes durante a conversa; Faça uma associação da pessoa com uma imagem que é familiar para você (uma pessoa chamada Willian, tente lembrar desta pessoa com o Willian Bonner / se for a Marta, busque lembrar desta pessoa jogando futebol com a Marta). Associações ajudam a lembrar com mais facilidade. Bônus: se tiver dúvidas sobre pronúncia ou escrita, peça que repita ou até mesmo soletre.  
      Além dessas dicas, é de suma importância que você seja honesto e verdadeiramente interessado pelas pessoas (se você ainda não leu, clique e dê uma olhada no nosso último post sobre o assunto). Caso utilize de maneira artificial, rapidamente as pessoas saberão que você se tornou um gravador de nomes e pouco se interessa por elas.
      “A mais profunda necessidade da natureza humana é o desejo de ser importante, ser reconhecido e valorizado.” John Dewey
    • Por Thiago_Cavalcante
      Amanhã daremos início a uma nova série de postagens aqui no canal. Fruto de uma parceria com o Coordenador de Negócios do TecnoPay, Yagor.
      Vai compartilhar seu conhecimento em relação a um treinamento específico em relações humanas e como essa habilidade pode ajudar nas vendas, ministrado pelo Dale Carnegie Training.
      Vamos começar conhecendo um pouco sobre Dale Carnegie.
       
      Quem foi Dale Carnegie?
       
      Dale Carnegie foi um escritor e orador norte-americano (1888-1955), reconhecido mundialmente pelos seus best-sellers: Como fazer amigos e influenciar pessoas e Como evitar preocupações e começar a viver. Devido ao sucesso obtido com as obras chegou a ser conselheiro de líderes mundiais e fundou o que é hoje uma rede internacional de franquias com mais de 2.700 instrutores e cerca de 170 escritórios, em cerca de 90 países.
      Baseado na ideia de que “maximizar o potencial humano é a chave do sucesso dos negócios”, Carnegie desenvolveu suas obras e treinamentos em cima de alguns pilares fundamentais para as relações humanas.
       
      Até quem não trabalha com vendas sabe o quanto é importante ter um cliente engajado e que compre a ideia de quem está vendendo.
      Com mercados cada vez mais competitivos, muitos produtos se tornam commodities frente ao grande número de concorrentes, assim como fontes infinitas de informação pela web, o que faz em alguns casos seu cliente saber do seu mercado que seu time de vendas.
      Mas isso não significa que vivemos em um cenário de terra arrasada, porque uma palavra (carregada de muita coisa legal) pode abrir espaço e potencializar seus negócios: empatia.
      Conseguir se colocar no lugar do cliente, sentir suas dores e necessidades é super importante para propor as melhores soluções e, ao mesmo tempo, ser persuasivo. Isso se faz necessário para cativar seu público enquanto conquista seus objetivos comerciais, sempre com verdade e atenção ao seu cliente.
      É aí que entra Dale Carnegie, com princípios que vão lhe ajudar a conquistar as pessoas para o seu modo de pensar.
       
      Seja bem-vindo @Yagor Victor Assis Mariano. Estamos ansiosos pelos posts.
       
       
       
       
       
  • Quem está online   0 Membros, 0 Anônimos, 4 Visitantes (Ver lista completa)

    • There are no registered users currently online


Sobre o Fórum

Este é um fórum para todos os devs e software houses!

Você como dev já passou por uma situação onde aconteceu algum bug, olhou para os lados e não tinha ninguém para te ajudar? Seus problemas acabaram! 😎 

Bem-vindo(a) ao fórum da Casa do Desenvolvedor, uma comunidade completa, onde desenvolvedores, software houses, aficionados por inovação e tecnologia podem tirar dúvidas, compartilhar novidades e conhecimento, trocar experiências e até postar uns memes que só nós da tecnologia entendemos 😅

Crie agora sua conta e vamos juntos criar uma comunidade forte! 

×
×
  • Create New...