Jump to content

Seja genuinamente interessado em outras pessoas


Postagens Recomendadas

Você não precisa ser tão interessante quanto precisa ser interessado pelos outros.

 

O quarto princípio do Best-Seller "Como fazer amigos e influenciar pessoas" de Dale Carnegie nos traz um dos ensinamentos mais valiosos e de retorno quase que imediato ao ser praticado de maneira genuína. Se cada pessoa é um mar de ideias, características e experiências, por que não buscar explorar e conhecer um pouco mais sobre?

Carnegie também afirma que você pode fazer mais amigos em dois meses, tornando-se interessado em outras pessoas do que faria em dois anos, tentando fazer com que outras pessoas se interessem por você.

Uma das boas histórias de Carnegie é sobre um jantar muito elegante oferecido para renomados convidados em Nova York. Neste evento sentou-se ao lado de um botânico e ouviu com muita curiosidade e atenção suas histórias por horas a fio. Ao final da noite, despediram-se e rapidamente e foi prontamente elogiado pelo botânico, como “a prosa mais interessante da noite”.

Sobre isso, Carnegie pondera no livro: “Uma prosa interessante? Eu? Porque, afinal de contas, quase nada disse. Nada poderia ter dito, se eu tivesse querido, sem mudar de assunto, pois conheço tanto de botânica como da anatomia de um pinguim. Mas fiz o seguinte: ouvi atentamente”

Em vendas não é diferente. Seja B2B, B2C, B2B2C, ainda assim as relações serão construídas entre pessoas. Quanto mais espaço aquele seu prospect tiver para falar, quanto mais a vontade ele estiver para te alimentar de informações, maiores serão as chances de você ter sucesso na negociação.

Aqui vão algumas dicas para assim como Carnegie, ter uma prosa interessante:

 

  • Busque se interessar verdadeiramente pela pessoa;
  • Faça-a se sentir importante;
  • Pergunte coisas que a pessoa terá prazer em falar a respeito;
  • O tópico principal da conversa deverá ser a pessoa que está à sua frente e os interesses dela;
  • Use o silêncio a seu favor, controle a ansiedade em quebrá-lo e dê a oportunidade da pessoa falar um pouco mais;
  • Seja um bom ouvinte, tenha escuta ativa;
  • Fuja do pronome “eu” e foque no “você”.

 

Agora lembre-se, faça isso da forma mais verdadeira possível. Esse princípio não vem no sentido de colocar os outros em um pedestal ou com bajulação, mas sim para valorizar e se interessar por suas histórias.

Quando você se interessa por outras pessoas, elas se interessam por você.

  • Curtir 1
  • Amei 4
Link to comment
Compartilhe em outros sites

Quando você se interessa por outras pessoas, elas se interessam por você.

Essa é uma verdade absoluta, mas parece que muitos não a veem dessa forma, tentar ser uma pessoa interessante para atrair seguidores, likes, hoje em dia é tão comum, que se interessar de forma verdadeira pelas pessoas fica em segundo ou terceiro plano. Mas o tão esperado resultado se nos interessarmos pelas pessoas, acontece de uma forma natural e com muito mais confiança. 

Obrigado @Yagor Victor Assis Mariano, excelente post.

  • Amei 1
Link to comment
Compartilhe em outros sites

  • 2 weeks later...

Crie uma conta ou entre para comentar 😀

Você precisa ser um membro para deixar um comentário.

Crie a sua conta

Participe da nossa comunidade, crie sua conta.
É bem rápido!

Criar minha conta agora

Entrar

Você já tem uma conta?
Faça o login agora.

Entrar agora
 Compartilhar



Sobre o Fórum

Este é um fórum para todos que fazem parte
do ecossistema de uma Software House!

Bem-vindo(a) ao fórum da Casa do Desenvolvedor, uma comunidade completa, onde desenvolvedores, software houses, profissionais de marketing, experiência e vendas, fornecedores de soluções, aficionados por inovação e tecnologia podem tirar dúvidas, compartilhar novidades e conhecimento, trocar experiências e até postar uns memes que só nós da tecnologia entendemos 😅

Crie agora sua conta e vamos juntos fortalecer
o desenvolvimento de software no Brasil! 🇧🇷

×
×
  • Create New...